Reciclar pelo Brasil encerra 5ª fase com mais de 122 mil toneladas de materiais recuperados

Programa de logística reversa inclusiva gerenciado pela ANCAT e apoiado por grandes empresas bate metas e atinge mais de 5 mil catadores em 2021.

Cases e Projetos
Publicado em:
6/5/2022
Baixe o documento aqui

Prestes a completar cinco anos, a Plataforma Reciclar pelo Brasil finalizou a fase 5 com números expressivos relativos à logística reversa. A plataforma fechou o último ciclo, referente ao ano de 2021, batendo todas as metas e chegando ao volume total de 122 mil toneladas de materiais recicláveis recuperados.

Até hoje, o Reciclar pelo Brasil recuperou mais de 479 mil toneladas de resíduos, que deixaram de ir para lixões, aterros sanitários ou para o meio ambiente e que, pelo trabalho dos catadores de materiais recicláveis, retornaram à cadeia produtiva, gerando trabalho e renda para milhares de pessoas.

Nesta etapa do programa, que é gerenciado desde o início pela ANCAT - Associação Nacional dos Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis e contou com a parceria de 17 grandes empresas, foram acompanhadas 240 organizações nas cinco regiões do Brasil, um número 7% maior ao da fase anterior. Isso representa 5.210 catadores(as) beneficiados em 161 cidades de 25 estados e do Distrito Federal. São 16% a mais de catadores que na fase 4, sendo a maioria mulheres (3.126).

Com foco na formalização administrativa e no desenvolvimento técnico e da infraestrutura das organizações de catadores, o Reciclar pelo Brasil proporcionou, nesta 5ª fase, a renda média mensal de R$ 1264,87 para estes profissionais, valor acima do salário mínimo.

"Os resultados da fase 5 do Reciclar são muito importantes, porque mostram números relevantes na recuperação de materiais, mas também apresentam o avanço do programa, tanto na organização como em seus objetivos", explica Roberto Rocha, catador e presidente da ANCAT. "São mais cooperativas atendidas por nossa equipe e pelos investimentos, com mais catadores beneficiados em novas cidades e regiões do país", afirma.

Sistema automatizado de monitoramento de recuperação de embalagens

Para realizar um acompanhamento apurado de cada cooperativa parceira, a ANCAT desenvolveu um sistema de gerenciamento de dados, o recicla.eco.br, que centraliza os resultados da produção e comercialização das organizações. Com ele, é possível acompanhar a recuperação das embalagens feita pelos catadores, a receita de cada organização, o volume de suas produções e os materiais mais vendidos. Além disso, pode-se ter o relatório das atividades que cada técnico da ANCAT desempenhou nas cooperativas assistidas.

Recuperação de materiais nas regiões

Analisando a quantidade da produção, as regiões Sudeste (43%) e Sul (26%), juntas, representaram quase 70% do volume de materiais comercializados ao longo da Fase 5, ficando o Centro-Oeste com 16%, o Nordeste 8% e o Norte com 6%.  Entre os materiais recuperados, o papel lidera, representando mais de 60 mil toneladas, seguido pelo plástico com mais de 30 mil toneladas.

Empresas parceiras do Reciclar pelo Brasil

A fase 5 do Reciclar pelo Brasil contou com o apoio das empresas:

AB Brasil / Ajinomoto / AMBEV / Arcor / Braskem / BRF / Cargill / Sistema Coca-Cola / Danone / DPA / Dr. Oetkter / Jacobs Douwe Egberts  / Nestlé / Pepsico / Tetra Pak / Vigor