ANCAT e Instituto Pragma lançam 3º Anuário da reciclagem

Estudo apresenta panorama da atuação dos catadores(as) na logística reversa em todas as regiões do país.

Na mídia
Publicado em:
16/12/2021
Baixe o documento aqui

Em evento online, realizado nesta quarta-feira (15/12), a Associação Nacional de Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis (ANCAT) e o Instituto Pragma fizeram o lançamento do 3º Anuário da Reciclagem, edição 2021. O público que acompanhou a LIVE pôde conferir uma prévia dos números colhidos no estudo sobre o trabalho de logística reversa realizado por milhares de catadores(as) em todo o Brasil. O Anuário, que tem o respaldo da LCA Consultores, será divulgado oficialmente na próxima segunda-feira (20/12).

Sob a condução do catador e presidente da ANCAT, Roberto Rocha, e de Dione Manetti, presidente do Instituto Pragma, o encontro contou com a presença de uma série de empresas e entidades parceiras. No debate, estavam presentes Verônica Cardoso, da LCA, Rose Hernandes, da Abihpec (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos), Rodrigo Brito, da Coca-Cola do Brasil, Ana Virgínia de Abreu, da Klabin, além de Gabriela Santos, da Fundação Avina. Representando o governo federal, participou o secretário de Qualidade Ambiental do Ministério do Meio Ambiente, André França.

A mais nova edição do Anuário ganhou em amplitude, mas também nos níveis de detalhamento das centenas de organizações analisadas. A estrutura das cooperativas e associações de catadores(as), seus aspectos socioeconômicos e os números de materiais recuperados estão cada vez mais acurados.

A apresentação de informações que ajudam a compreender a realidade da cadeia de reciclagem no Brasil, somada ao competente grupo de convidados, gerou temas e diálogos relevantes. Entre eles, a necessidade premente de maior participação dos setores da cadeia produtiva na construção da logística reversa e inclusão dos catadores (as).

"Precisamos conversar com todos, construir junto. Esse encontro mostra isso, é um esforço de programas (de logística reversa) estruturantes para fazer uma amostra correta e confiável deste trabalho, feito por milhares de catadores e catadoras", explicou Rocha, presidente da ANCAT,

As consequências sociais e econômicas causadas pela pandemia de covid-19, dentro do setor da reciclagem e registradas na pesquisa realizada pelo Anuário, também estiveram na pauta dos participantes.

"Os dois últimos anos foram muito difíceis para todos, em especial para os catadores, que sofreram fortes impactos, devido a pandemia.  Então, foi um trabalho de muito esforço do Instituto Pragma e da ANCAT, com nossos parceiros, para termos uma amostragem representativa e fiel do trabalho dessa categoria", afirmou Manetti, presidente do Instituto Pragma.


A terceira edição do Anuário da Reciclagem foi produzida a partir de entrevistas colhidas durante 2020, verificada e organizada em 2021.